Comprar ou alugar máquina de cartão: entenda qual a melhor opção

Comprar ou alugar máquina de cartão: entenda qual a melhor opção

Quem toca um negócio, sabe da importância de oferecer aos clientes o maior número possível de formas de pagamento, incluindo nisso os cartões de crédito e débito, cada vez mais utilizados no dia a dia. Para se ter uma ideia, no primeiro trimestre de 2021, os cartões foram utilizados em 6,5 bilhões de pagamentos, um aumento de 11,8% em comparação ao mesmo período de 2020.

Mas para oferecer esse método de pagamento é melhor comprar ou alugar máquina de cartão? Neste conteúdo, vamos explorar as diferenças entre as opções, indicando as vantagens e desvantagens de cada uma, além de ressaltar o que deve ser considerado em cada escolha. Boa leitura!

Quais são as vantagens e desvantagens de comprar uma máquina de cartão?

A compra de uma máquina (ou mais de uma, dependendo da demanda do seu negócio), pode ter um custo considerável, mas traz algumas vantagens que são interessantes, em determinadas circunstâncias.

A primeira delas é que, ao adquirir o equipamento, ele será de propriedade da sua empresa e depois de paga, não gerará mais custos. É normal que as máquinas sejam comercializadas com a possibilidade de parcelamento de longo prazo, reduzindo o peso do investimento. Além disso, a maioria das máquinas compradas conta com taxas fixas sobre os pagamentos.

Por outro lado, comprar uma máquina pode ser desvantajoso para quem quer ter mais margem de negociação para o cálculo das taxas ou ainda para quem se preocupa com a manutenção e a atualização do aparelho, já que para trocar o modelo será necessário sempre adquirir um novo.

E alugar?

Normalmente, a principal vantagem percebida ao optar pelo aluguel de uma ou mais máquinas de cartão envolve a possibilidade de negociar as taxas cobradas em cada tipo de pagamento. Isso pode ser vantajoso para quem tem um bom faturamento por meio das vendas por cartão.

Outro aspecto a ser considerado é que o aluguel das máquinas quase sempre garante o suporte para a manutenção e a atualização dos modelos. Ou seja, o empreendedor terá a sua disposição máquinas em boa condição de uso. Ademais, não é raro que dispositivos com novas funcionalidades sejam oferecidos primeiro a quem opta pela locação.

Em compensação, o aluguel das máquinas inclui um custo fixo no seu orçamento, o que faz dela uma opção menos interessante para quem não tem um faturamento estável mês a mês. A burocracia para essa opção também costuma ser um pouco maior em comparação com a escolha pela compra.

O que considerar para fazer sempre a melhor escolha?

Mas afinal, como escolher entre a compra ou aluguel da máquina de cartão sem que isso comprometa a saúde financeira do seu negócio? Essa avaliação passa, sobretudo, por uma avaliação cuidadosa do momento do empreendimento.

Assim, para quem está começando e não tem um faturamento muito alto, pode ser melhor adquirir de forma definitiva uma máquina. Por outro lado, se o empreendimento já tem bom faturamento e depende de várias máquinas para realizar as vendas, talvez seja mais negócio investir na locação, sempre negociando as taxas sobre cada pagamento.

Independentemente de comprar ou alugar máquina de cartão, é importante que sua empresa tenha um sistema eficiente de controle financeiro de todos os recebimentos feitos. Com isso é mais fácil saber o tamanho das taxas cobradas por cada bandeira e os valores por receber agilizando a gestão do fluxo de caixa.

Se você tem uma micro ou pequena empresa e quer organizar suas transações com cartão, entre em contato com a Tiquei agora mesmo para saber como nosso aplicativo pode ajudá-lo nessa tarefa tão importante.

Se junte ao universo Tiquei

#somosmulti #somostiquei

Baixe gratuitamente: