Melhor máquina de cartão: o que considerar para ter a minha?

Melhor máquina de cartão: o que considerar para ter a minha?

Quem trabalha no varejo já conhece a importância de oferecer aos consumidores a opção de pagamento via cartão. Estabelecimentos que não contam com essa possibilidade perdem vendas, já é que cada vez maior o número de pessoas que preferem não andar com dinheiro vivo no bolso.

Logo, é preciso escolher o dispositivo para receber essas transações. Mas qual a melhor máquina de cartão? Veja o que considerar na sua decisão a seguir. Boa leitura!

O que considerar na hora da escolha?

Todos os modelos de máquinas de cartão disponíveis no mercado têm suas especificidades. Cada opção atende melhor a determinadas necessidades e pode deixar a desejar em outras. Por isso, utilize os pontos abaixo para guiar a sua escolha.

Entenda as características do seu negócio

Definir qual o tipo de máquina se adéqua melhor ao seu negócio já é boa parte do processo. Quem trabalha com entregas deve priorizar a mobilidade, enquanto quem recebe um volume maior de vendas precisa avaliar a necessidade de contar com mais de uma máquina sempre à disposição ou ter taxas mais amigáveis.

Descubra qual o tempo para receber

Na maioria dos casos, as vendas no débito são depositadas em até dois dias depois de efetuadas. Já no crédito, esse prazo costuma ser de 30 dias. Apesar disso, essa não é uma regra. Na hora da contratação, veja se há opções que permitem o recebimento antecipado. Isso facilita a gestão do fluxo de caixa do negócio.

Calcule as taxas a serem pagas

Taxas muito altas podem impactar nos seus resultados. Por isso, verifique quais são as operações e bandeiras mais utilizadas em seu negócio e procure a máquina que oferece as taxas mais vantajosas de acordo com a sua demanda.

Avalie a forma de aquisição

Calcule qual o melhor custo-benefício: alugar ou comprar as máquinas. Quem precisa de apenas uma delas pode se dar melhor se optar pela compra. Se precisar de muitas máquinas, o aluguel talvez seja uma opção mais interessante.

Cheque a existência de sistemas de proteção contra fraudes

Como os cartões são cada vez mais empregados para a aplicação de golpe, não abra mão dos sistemas de proteção contra fraudes disponibilizados pelas empresas de comercializam ou alugam as máquinas. Essa medida ajuda e evitar transtornos ao cliente e à empresa.

Como não errar na decisão?

Decidir qual o melhor equipamento para o seu negócio não é uma tarefa simples. E muito disso se dá pelo fato de que a resposta passa pela identificação de quais são as necessidades do seu negócio e o que ele espera desses dispositivos.

Se você depende de máquinas que sejam móveis e trabalhem com diversos tipos de conexão, deve priorizar aquelas sem fio e que aceitem chips das operadoras de telefonia, por exemplo. Em estabelecimentos com muitos caixas, a melhor opção talvez seja aquela que ofereça as melhores taxas sobre cada operação. Portanto, avalie com cuidado cada fator antes de fazer a aquisição ou a locação, para ter em sua empresa a melhor máquina de cartão, de acordo com as suas demandas.

Quer entender como a tecnologia otimiza o processo de controle de recebimentos? Leia este outro texto aqui do blog!

Se junte ao universo Tiquei

#somosmulti #somostiquei

Baixe gratuitamente: