Redução de custos nas empresas: como fazer isso na minha MPE?

Redução de custos nas empresas: como fazer isso na minha MPE?

A redução de custos nas empresas é um desafio para muitos gestores. No contexto das pequenas e médias empresas, essa tarefa pode ser ainda mais complexa, tendo em vista que a implementação de novas práticas e processos distintos pode levar mais tempo ou demandar uma quantidade maior de recursos.

Pensando na importância desse tema, elaboramos este artigo. Durante a leitura, você encontrará algumas dicas práticas para aplicar no seu cotidiano e alcançar resultados de negócio mais satisfatórios.

Vamos lá?

Organize as finanças

Para fazer uma organização completa das finanças, é recomendado categorizar os custos operacionais em fixos e variáveis. Isso ajuda a estimar o andamento de seu fluxo de caixa e auxilia na montagem de projeções. Estudar as receitas e os recebíveis também é fundamental para concretizar esse passo.

A prática é extremamente útil para mensurar a saúde financeira de sua empresa. Se em um determinado mês, por exemplo, você não atingir a quantidade estimada de vendas, é possível identificar o que deu errado e pensar em soluções para não deixar que esse tipo de problema volte a acontecer.

Envolva a equipe e otimize a jornada

Envolver a sua equipe, por menor que ela seja, na missão de reduzir os custos corporativos tende a ser muito benéfico para o negócio. Você pode, por exemplo, conferir premiações para aqueles que ajudarem no cumprimento de determinadas metas.

A otimização da jornada também pode ser um bom caminho. Afinal, a quantidade de horas trabalhadas nem sempre gera mais produtividade. Colaboradores com disposição e engajamento podem render mais em menos horas.

Fique de olho na tributação

Muitas empresas pagam impostos a mais do que deveriam por escolher um regime de tributação inadequado para o seu negócio. Portanto, com o apoio de seu contador e simule os gastos em diferentes regimes tributários — Lucro Presumido, Lucro Real e Simples Nacional e assim por diante. Cada um deles conta com alíquotas e deduções próprias, causando impactos financeiros relevantes.

Use a tecnologia a seu favor

Se você faz muitas vendas por meio de cartões de crédito e débito, sabe o quão difícil é controlar todas as taxas e analisar os recebíveis, não é mesmo? As planilhas, depois de um tempo de uso, podem ficar desorganizadas, assim como agendas e blocos de notas.

A gestão das taxas cobradas pelas operadoras de cartão é fundamental para saber se você está pagando exatamente o que foi acordado com as adquirentes. Também é importante conscientizar seus colaboradores para que passem as vendas no cartão nas maquininhas das operadoras com as menores taxas contratadas.

Por isso, para modernizar a gestão e encontrar formas inteligentes de reduzir suas despesas, que tal utilizar a tecnologia a seu favor? Atualmente, existem diversas opções de sistema de gestão financeira disponíveis para celular, por exemplo.

Em alguns deles, você consegue acompanhar as principais bandeiras de cartão e ter uma previsão de quando você receberá de acordo com o que vendeu. Os melhores apps reúnem informações sobre as vendas feitas com todas as bandeiras, facilitando o processo.

Sabemos que a redução de custos nas empresas é um desafio. Ainda assim, com algumas medidas e atitudes é possível alcançar essa meta.

Se você gostou das dicas e quer encontrar outros conteúdos como esse, aproveite para curtir nossa página no Facebook e fique por dentro das novidades!

Se junte ao universo Tiquei

#somosmulti #somostiquei

Baixe gratuitamente: